Como representar a espessura das paredes em desenho técnico

 

Uma das representações mais importantes de um projeto arquitetônico é sem dúvida a Planta Baixa. A planta mostra as paredes internas e externas da construção, que delimitam os cômodos, além da posição onde encontramos portas e janelas, rebaixos de piso, layout entre outros elementos importantes para a compreensão do espaço construído.

 

Mas como representamos paredes em plantas? Será que existe uma norma ou convenção? Sim, existe uma regra básica para desenharmos as paredes no papel, mas podemos também utilizar tipos e maneiras diferentes de representarmos cada parede.

 

Em geral, encontramos na literatura que há uma convenção em representarmos paredes internas com 15cm de espessura e paredes externas com 20 ou 25cm. Na prática, não é bem assim que funciona. A espessura da parede pode variar de acordo com o tipo de tijolo utilizado e com o tipo de assentamento dos tijolos.


Tipos e dimensões dos tijolos

 

Os tijolos mais comuns na construção civil são os chamados “tijolos baianos”, ou o tijolo furado. Geralmente encontramos tijolos com 6 e 8 furos, mas podem ter mais, de acordo com o fabricante. Veja algumas dimensões dos tijolos furados:

 

O tijolo de 6 furos, mais comumente utilizado pelo seu custo-benefício, tem o tamanho padrão de 9x14x19cm.

 

Dessa forma, a espessura da parede, na prática, é dada pela forma como assentamos o tijolo e para isso existem o que chamamos de parede de ½ vez, quando assentamos o tijolo em pé e parede de uma vez, quando assentamos o tijolo deitado.

 

Então, se utilizarmos um tijolo de 6 furos para assentamento em pé (½ vez) teremos uma parede em osso (sem o reboco) de 9cm de espessura. Já se assentarmos essa parede com o tijolo deitado (uma vez), teremos uma parede em osso de 14cm de espessura.

 

Representação das paredes

 

Mas então por que adotamos 15cm como padrão para a representação gráfica de paredes? Além da espessura do tijolo, precisamos considerar a espessura do reboco e revestimento. A NBR 7200-1982 estabelece que o reboco máximo sem armadura deve ser de 25mm, ou 2,5cm. Sendo assim, se considerarmos os 9cm do tijolo mais 5cm de argamassa (2,5cm em cada lado) teremos uma parede de 14cm. Por convenção então desenhamos paredes com 15cm, um valor aproximado.

 

Podemos ainda desenhar as paredes externas com assentamento em tijolos deitados e então teremos os 14cm do tijolo mais 5cm de argamassa o que nos dá 19cm. Por isso, muitas vezes encontramos plantas com paredes externas representadas com 20cm.

 

Gostou do artigo? Deixe seu comentário.

Siga a EW7

 

 

Comentários  

 
+5 #15 Juliano Almeida (Renovação) 29/03/2016 16:14
Ótima informação !
Citação
 
 
+4 #14 Raul Renato Luduvico 29/03/2016 10:56
Muito bem explicado, simples e objetivo.
Citação
 
 
+7 #13 Amanda Cristina 01/04/2015 16:00
Bem interessante! Informações muito importantes. Adorei!
Citação
 
 
+2 #12 MAICON ADANS 22/01/2015 02:09
Super Interessante o Conteúdo !
Citação
 
 
-2 #11 Ricardo 16/12/2014 18:36
Vinicius Augustus, a relação da parede com a viga depende do propósito do projeto; se a intenção é esconder essa estrutura na alvenaria, sua espessura vai depender da largura da viga, que por sua vez é encontrada da relação com a altura e com o sistema utilizado. Uma viga de concreto armado para um vão de 4 metros pode ter 40 centímetros de altura e 14 de largura numa residência térrea com vãos regulares por exemplo. Sendo assim a alvenaria acabada de 15 cm pode esconder essa viga.
Citação
 
 
+4 #10 25/08/2014 12:33

Muito bom. Dicas interessantes.
Citação
 

@ Copyright 2018, EW7. Todos os direitos reservados.