Cálculo do quadro de iluminação e ventilação

 

Em muitos municípios brasileiros o código de obras traz em seus anexos tabelas que indicam as áreas mínimas de iluminação e ventilação necessárias para cada cômodo em determinado tipo de construção. Neste artigo veremos como fazer este cálculo e montar o quadro de áreas para aprovação de projetos.

 

As tabelas

 

Quando aprovamos um projeto em qualquer prefeitura, precisamos primeiramente verificar seu código de obras e todos os seus anexos. Muitas prefeituras possuem tabelas que especificam as áreas mínimas dos ambientes e as áreas mínimas exigidas para iluminação e ventilação, conforme o exemplo abaixo:

 

 

Neste caso temos que respeitar as dimensões das aberturas mínimas exigidas e saber interpretar o quanto é isso de acordo com a tabela. Nas dimensões mínimas de ventilação e iluminação estão inclusas as portas e janelas que recebem luz e ventilação direta, ou seja, o que vem do meio externo. Portas e vãos internos não entram nessa contagem.

 

Exemplo:

 

Vejamos na planta do curso Projeto Arquitetônico com AutoCAD como funciona a área mínima de ventilação e iluminação para um dos quartos. Acompanhe na planta abaixo as medidas dos cômodos:

 

Planta baixa do curso Projeto Arquitetônico com AutoCAD

 

Entendendo o cálculo

 

Para projetar corretamente, precisamos primeiro entender o que a tabela nos pede. Vamos então ao exemplo: no dormitório a área mínima pedida para o cômodo é de 8m². Caso tenha mais de um dormitório os demais podem ter área mínima de 6m². Podemos verificar na tabela que temos um ítem chamado "círculo inscrito" e que pede 2m. Isso significa que a dimensão mínima do cômodo é 2m por alguma coisa. Para fechar os 8m² a dimensão mínima deste dormitório precisa ser de 2x4m. A área mínima de iluminação deste dormitório precisa ser de, no mínimo, 1/8 da área do cômodo e sua área de ventilação de 1/16 da mesma área. Ok, e isso quer dizer exatamente o que?

Vejamos mais de perto o quarto do nosso projeto:



Nosso dormitório tem 9,26m², e está acima da área mínima exigida, com largura mínima de 2,80m, portanto acima dos 2m exigidos, logo está dentro do que pede a legislação para aprovação. Se verificarmos o valor exigido para iluminação teremos 1/8 da área do cômodo que é 1,15m². Nossa janela tem uma dimensão de 1,70x1,20m, portanto 2,04m², então também está dentro das dimensões mínimas exigidas.

Para calcularmos a ventilação mínima podemos seguir a tabela e dividir nossa área por 16 (já que a ventilação é 1/16 da área do cômodo). Mas se pararmos um minuto para raciocinar sobre esses valores, veremos que o valor da área mínima de ventilação é exatamente metade do valor da iluminação. Isso porque uma janela com duas folhas de correr terá sempre uma folha aberta e outra fechada e esta é a base para o cálculo. A janela precisa abrir pelo menos 50% do seu total para atingir as dimensões mínimas exigidas.

No caso da nossa janela projetada teremos uma ventilação mínima de 1,02m², sendo que o mínimo exigido era de 0,57m².

 

O quadro de áreas

 

Entendido isso precisamos elaborar um quadro de áreas mínimas para colocarmos no projeto e facilitar a leitura do analista, que não ficará calculando cômodo por cômodo de todos os projetos que entrarem para aprovação.

Sendo assim, basta criarmos uma tabela e colocarmos na primeira prancha do projeto, como no exemplo abaixo:

 

COMPARTIMENTO

ÁREA PISO

ILUMINAÇÃO

VENTILAÇÃO

COEF.

A. EXIG.

A. PROJ.

A. EXIGIDA

A. PROJ.

DORMITÓRIO

9,26m²

1/8

1,15m²

2,04m²

0,57m²

1,02m²

 

Um outro exemplo de tabela completa ficaria como na figura abaixo:

 

 


Resumindo, calcular o valor de áreas de iluminação e ventilação não é tarefa difícil. Basta verificar no coeficiente qual é a fração da área que a legislação pede e dividir a área total do cômodo por esta fração. No caso de 1/8 basta dividir a área do cômodo por 8. No caso da ventilação basta dividir novamente por 2.

E agora, não ficou muito mais fácil entender os quadros de iluminação e ventilação exigidos pelas prefeituras? Continue acompanhando nossos artigos com mais dicas de projetos. Até a próxima!

Por: Arquiteta Ana Carolina Moura Cardoso, conteúdo exclusivo da EW7.

Confira também:


Comentários  

 
+5 #1 KAIO ROCHA 28/07/2015 09:02
Curso muito bom, prático e com ótimo material didático. Realmente foi uma ótima escolha esse curso.
Citação
 

@ Copyright 2018, EW7. Todos os direitos reservados.